Desde 1959

Em 1986 O DJ Raidi Rebello inaugurou uma grande discoteca nos salões do Cheik club e comandou a noite em Manaus ate 1994, quando se mudou para o Bancrevea club, onde ficou ate 1998.

Desde 1959

Em 1986 O DJ Raidi Rebello inaugurou uma grande discoteca nos salões do Cheik club e comandou a noite em Manaus ate 1994, quando se mudou para o Bancrevea club, onde ficou ate 1998.

Desde 1959

Em 1986 O DJ Raidi Rebello inaugurou uma grande discoteca nos salões do Cheik club e comandou a noite em Manaus ate 1994, quando se mudou para o Bancrevea club, onde ficou ate 1998.

Desde 1959

Em 1986 O DJ Raidi Rebello inaugurou uma grande discoteca nos salões do Cheik club e comandou a noite em Manaus ate 1994, quando se mudou para o Bancrevea club, onde ficou ate 1998.

Desde 1959

Em 1986 O DJ Raidi Rebello inaugurou uma grande discoteca nos salões do Cheik club e comandou a noite em Manaus ate 1994, quando se mudou para o Bancrevea club, onde ficou ate 1998.

Os amantes da Cena Eletrônica aguardaram ansiosamente pela noite do dia 14 de Dezembro… No final de 2010, a Eazy Club de SP recebia mais uma vez os principais DJs, produtores e artistas para a premiação que consagra os grandes destaques segundo a votação dos internautas para o DJ Sound Awards.
 
Este ano, DJTech by Rockbit, Gaia by Roland, MaxPop Music, DJBan, Quanta Music, TNT Energético e Intergroove Rec deram suporte ao DSA10 que, no decorrer do ano que se passou, registrou cerca de 250 mil votos que chegaram via Internet no site da Revista DJ SOUND.
No total, foram registrados 37 destaques do circuito nacional e internacional entre profissionais, eventos, homenagens e prêmios especiais. Tudo começou por volta das 21h30.
 
O warm-up para a entrega dos troféus foi feito por 3 duplas: Alex Cunha & Taty Aguiar, Maysa Moura & Alê Andrade, e Ban Schiavon e Ingrid. Variando entre as os beats do Classic, Sexy, Progressive ou Tech House, os "casais" abriram a festa, que ganhou em suspense com a entrada da excelente apresentação do "Mora & Naccarati Audio Visual Live!". Com os vocais da bela Sady Medeiros e as incursões visuais do VJ Axell, a dupla de produtores esquentou a pista da Eazy com uma performance de arrepiar.
 
Na sequência, com a apresentação do vídeo institucional dos 20 anos de história da Revista DJ SOUND, a premiação começava oficialmente com o mestre de cerimônias Paulo Veronezi cumprimentando a todos e convocando os concorrentes às primeiras categorias do DSA10.
 
A emoção começou a tomar conta dos concorrentes quando o grupo Spyzer subiu ao palco para receber o troféu na categoria single nacional, com o hit "Hey You". Depois dos prêmios de single e álbum internacional, Rap Nacional, Rap e R&B internacional, o projeto Live 4Dexx com os DJs Alex Hunt e Double C, contou a história da Dance Music em 3 décadas (80, 90 e 00´s) construindo ao vivo um incrível megamix com muitas das faixas que fizeram história. Tudo para abreviar, em termos musicais, a emocionante homenagem feita em vídeo aos DJs que nos deixaram em 2010: Ricardo Guedes, Don Lula e Gregão.
 
No meio de tantos convidados, lágrimas e muitos aplausos para verdadeiros ícones da cena… No portal www.djsound.com.br os vídeos destas homenagens podem ser conferidos.
 
Na chamada das categorias para os DJs de Drum & Bass, Trance/Psy, Techno/ Tech-House, DJ Mixing Clubs, Destaque e Revelação em Produção, três depoimentos ganharam destaque: Rica Amaral, direto da Alemanha, deu seu recado em agradecimento, lamentando a tour que o impediu de estar na festa Paulo Pringles e Tikos Groove praticamente foram às lágrimas por suas conquistas como DJ Mixing Clubs e Revelação na Produção Nacional . Chegava a vez então da live de Alexxa com seu produtor Mister Jam.
 
"Give To Me", "The Reason" e "Falling For U" revelaram porque a cantora (e seu produtor) não saem dos charts brazucas.
 
O próximo bloco do evento ficou por conta da nomeação dos artistas de Dance Pop nacional revelação /destaque) e internacional, e ao DJ de da Cena RJ – concedido ao também emocionado Rogério Gonçalves, que fez um longo e emocionado discurso.
 
Tom Hopkins & Samara conquistaram como artistas Dance nacionais, enquanto que o Produtor de Dance Pop Fabianno Almeida a.k.a. Mister Jam, e o aclamado Memê, como Produtor de E-Music da cena carioca, completaram o grupo de premiados.
 
Em novo "break" no evento, a live do Spyzer empolgou o público com seus megahits "I Feel So Free" e "Hey You", numa performance arrasadora com instrumentos acústicos e eletrônicos. Depis do pocket show, a DJ Sound prestou justa homenagem (em vídeo) ao Senador Romeu Tuma, que também nos deixou no ano que passou.
 
E a iniciativa pela regulamentação da Profissão DJ foi relembrada com uma luta que continuará em 2011.
 
Silvinho e Domênico Gatto foram os destaques do bloco seguinte da premiação. Com discursos consistentes, o melhor DJ de Black Music e o melhor Locutor de Rádio levantaram a bandeira do trabalho que a DJ Sound vem proporcionando à cena com o Awards desde o início dos anos 90. Eduardo Phillips e Ricardo Flores também fizeram questão de registrar a grande surpresa com a magnitude do evento que premiou o Green Valley, club de Santa Catarina, como o Melhor do Brasil.
 
Depois da entrega dos prêmios para iluminador (LJ), melhor Programa de Baladas no FM, melhor Programa de Mixagens com DJs – que teve disputa acirradíssima entre o Adrenalina da Transamérica e o Night Sessions da Energia 97 – o projeto House Liberty com a vocal leader Sandra Honda fez uma live bombástica. Sob produção de Tibor Yuzo a performance foi destacada com uma das melhores da noite, trazendo o hit "Gettin Over" by David Guetta.
 
Faltava pouco para o encerramento da cerimônia, quando então foram chamados os destaques de evento de Sã o Paulo e Rio, os DJs de House, Progressive House, Dance e Flashback. Conhecido por sua técnica impecável, Rodrigo Vieira – que está de volta ao Brasil e é residente do Green Valley – conquistou o prêmio de melhor DJ de House. Na nova categoria estabelecida no DSA10, o DJ Raidi Rebello levou o troféu de Melhor DJ de Flashback, consagrando uma carreira com mais de 20 anos de histó ria no norte do Brasil.
 
Ferris conquistou mais uma vez o "phone de acrílico" pela sua atuação como especialista em Progressive House. Outro que repetiu o feito em sua categoria foi Tom Hopkins, sem dúvida o melhor DJ de Dance no país.
 
Joe Welch foi a penúltima performance e mostrou com sua nova track "Lollipop" que tem tudo para ser um dos grandes nomes da Dance Music brazuca em 2011.
 
Quando chegou a vez de chamar o vencedor de Live P.A. quem subiu ao palco foi uma das metades do projeto Sweetmad: Fabio Castro também agradeceu em nome do parceiro Dall´Anese. A DJ Revelação deste ano foi a pequena e ainda adolescente Mayara Leme, que ainda recebeu da Rockbit um DJ set completo DJTech!
 
Zara Amaral abocanhou o prêmio especial para DJ Mulher; e o Remix Nacional ficou com o produtor Deeplick. Nos prêmios especiais, a DJ Sound homenageou primeiramente o trabalho feito pela dupla Gé Rodrigues e Igor Calmona com o DJ Club e o Nostro Mondo (club GLS mais antigo da capital revitalizado pelo duo) além do tradicional After-hours "After do Caju".
 
Depois, o impagável DJ Bernard de Castejá recebeu a homenagem nos 20 anos de história da Revista por sua atuação na cena Dance. Quem subiu ao palco para os agradecimentos foi o amigo Rodrigo Vieira, uma vez que Castejá não conseguiu embarcar a tempo para SP devido ao tempo chuvoso naquela noite.
 
O grand finale foi apoteótico, com as Female Angels provando em sua live performática com o show "Life Is A Cabaret", porque são verdadeiramente divinas no comando dos decks.
 
Thanks to: Luiz Motoya, Luiz Montoya Filho, Iran Gutemberg, staff Eazy, Paulo Veronezi, RB Models & Eventos, Lucas Mendes, Juliana de Jesus, Lucas Motion, Billy HDorsch, Paulo Pinheiro, Robson & Vanessa Marquesin, aos artistas da gravadora Building Records, e a todos DJs, Produtores, às agências de DJs e aos amantes do segmento da Música Eletrônica que colaboraram com a viabilização da Premiação DJ SOUND AWARDS 2010.